confira os próximos eventos do charlie puth:
  • 10 de Maio
    Festa de lançamento do Voicenotes
    Nova York – NYC
  • 11 de Maio
    Lançamento do Album Voicenotes
    Mundial
  • 09 de Junho
    Summertime Ball
    Londres, Inglaterra – Reino Unido
  • 13 de Março
    Blue Hills Bank Pavilion
    Boston, Massachusetts – EUA
  • 16 de Março
    Radio City Music Hall
    Nova York, NYC – EUA
  • 19 de Março
    Mohegan Sun
    Uncasville, Connecticut – EUA
  • 21 de Março
    Bank of New Hampshire Pavilion
    Gilford, Nova Hampshire – EUA
  • 22 de Março
    Saratoga Performing Arts Center
    Saratoga Springs, Nova York – EUA
  • 24 de Março
    BB&T Pavilion
    Camden, Nova Jersey – EUA
  • 25 de Julho
    Wolf Trap Center
    Vienna, Virgínia – EUA
  • 27 de Julho
    PNC Music Pavilion
    Charlotte, Carolina do Norte – EUA
  • 28 de Julho
    Walnut Creek Amphitheatre
    Raleigh, Carolina do Norte – EUA
  • 31 de Março
    Huntington Bank Pavilion
    Chicago, Illinois – EUA
  • 02 de Agosto
    DTE Energy Music Theatre
    Clarkston, Michigan – EUA
  • 03 de Agosto
    Riverbend Music Center
    Cincinnati, Ohio – EUA
  • 05 de Agosto
    Ruoff Home Mortgage Music Center
    Noblesville, Indiana – EUA
  • 06 de Agosto
    Hollywood Casino Amphitheatre
    Maryland Heights, Missouri – EUA
  • 08 de Agosto
    Xcel Energy Center
    St. Paul, Minnesota – EUA
  • 09 de Agosto
    Starlight Theatre
    Kansas City, Missouri – EUA
  • 11 de Agosto
    Isleta Amphitheater
    Albuquerque, Novo México – EUA
  • 12 de Agosto
    The Pearl Concert Theater
    Las Vegas, Nevada – EUA
  • 14 de Agosto
    Greek Theatre
    Los Angeles, Califórnia – EUA
  • 15 de Agosto
    FivePoint Amphitheatre
    Irvine, Califórnia – EUA
  • 17 de Agosto
    Shoreline Amphitheatre
    Mountain View, Califórnia – EUA
  • 18 de Agosto
    Lake Tahoe Harvey’s Outdoor Arena
    Stateline, Nevada – EUA
  • 20 de Agosto
    Mattress Firm Amphitheatre
    Chula Vista, Califórnia – EUA
  • 21 de Agosto
    AK-Chin Pavilion
    Phoenix, Arizona – EUA
  • 23 de Agosto
    The Pavilion Irving Music Factory
    Irving, Texas – EUA
  • 24 de Agosto
    Cynthia Woods Mitchell Pavilion
    The Woodlands, Texas – EUA
  • 26 de Agosto
    Walmart Arkansas Music Pavilion
    Rogers, Arkansas – EUA
  • 28 de Agosto
    Ascend Amphitheater
    Nashville, Tennessee – EUA
  • 29 de Agosto
    Verizon Amphitheatre
    Alpharetta, Geórgia – EUA
  • 31 de Agosto
    MidFlorida Credit Union Amphitheatre
    Tampa, Flórida – EUA
  • 01 de Setembro
    Perfect Vodka Amphitheatre
    West Palm Beach, Flórida – EUA
  • 11 Maio
    Lançamento do álbum Voicenotes
    MUNDIAL
  • 00 Março
    A Definir
    Estados Unidos
  • 14 junho
    Exponop
    Sinop, MT
  • 15 junho
    Espaço Verde
    Lucas do Rio Verde, MT
  • 16 junho
    Parque Vila Germânica
    Blumenau, SC
  • 17 junho
    Festa Nacional do Pinhão
    Lages, SC
  • 18 junho
    Polo Industrial II
    Jandira, SP
  • 21 junho
    Festa da Tainha
    Paranaguá, PR
  • 22 junho
    São João de Patos
    Patos, PB
  • 23 junho
    São João de Salvador
    Salvador, BA
  • 23 junho
    Patio de Eventos Ana das Carrancas
    Petrolina, PE
  • 24 junho
    Hotel Monte Castelo
    Gravatá, PE
  • 25 junho
    São João Elétrico
    Porto Seguro, BA
  • 28 junho
    São João de Arcoverde
    Arcoverde, PE
  • 29 junho
    O Maior São João do Mundo
    Campina Grande, PB
  • 30 junho
    São Luís Shopping
    São Luís, MA
postado por igorpurcino no dia 10.05.2018

A renomada revista norte-americana Billboard volta novamente a rasgar seus elogios quanto à carreira do nosso mudo Charlie Puth. Dessa vez, a revista aclama o seu novo trabalho em estúdio intitulado “Voicenotes”, que terá seu lançamento oficialmente em pouco menos de 3 horas, com a data para 11 de maio.

Confira abaixo a matéria completa onde a Billboard divulga uma nota oficial de review do novo álbum do cantor e se junte conosco para admirar e logo mais escutar o que tanto esperamos.

Para muitos artistas, um segundo álbum é a sua chance de realmente se provar e flexionar sua habilidade musical da maneira que você quiser — e com mais olhos observando, há expectativas mais altas. É exatamente nesse ponto que Charlie Puth está acompanhando o “Nine Track Mind” de 2016 — exceto que seu segundo álbum, “Voicenotes”, já gerou o maior sucesso solo de sua carreira antes de seu lançamento em 12 de maio.

 Attention” — que chegou ao número 5 da Billboard Hot 100 em agosto passado, pesado e forte, introduziu um lado mais picante de Charlie, estabelecendo um tom mais maduro para o que viria com seu próximo set. Não foi um alarme falso: “Voicenotes” é um grande passo em frente da nova era de Charlie.

Da variedade musical ao lirismo sem barreiras, há várias camadas no segundo LP, e o mesmo pode ser dito de sua produção. Enquanto ele sempre teve uma participação na produção de seus discos, as habilidades de Charlie brilham mais do que antes em “Voicenotes”, com todas as músicas incluindo sons em camadas, sejam otimistas ou sinceras.

O álbum abre com um excelente exemplo, “The Way I Am”, que vê guitarra misturada com uma batida ondulada, como Charlie declara “você pode me odiar ou me amar, é assim que eu sou”. Esse tipo de confiança carrega nas próximas faixas, incluindo “Attention” e seu sucessivo e arrepiante “How Long”. No meio, há um conto de amor animado intitulado “LA Girls”, que apresenta batidas marcantes que remetem aos anos 90, faixa de lúpulo, com letras que também mostram que ele não tem medo de ser sincero: “I don’t want this to be the way you remember me / ‘Cuz I know I was wrong, wrong”,  ele admite. A crueza de Charlie é uma das melhores partes de “Voicenotes”, especialmente porque é apresentada de maneira sincera e rebelde. As baladas “Patient”, “If You Leave Me Now” e “Change”, dão à sua voz suave e vulnerabilidade para respirar, com canções mais escandalosas como “Empty Cups” equilibrando a doçura com um pouco de entusiasmo lírico: “ / Oh right now we’re in a rhythm / Your boyfriend’s no competition / Turn off your phone and blame it on your battery”.

Além disso, as escolhas de Charlie para os feats são uma representação perfeita de sua ousadia em seu segundo álbum, recrutando estrelas de R&B, Boyz II Men e Kehlani, respectivamente, bem como a estrela do folk-rock James Taylor — todos exibindo as décadas de Charlie, abrangendo a versatilidade e, embora os compositores Daryl Hall e John Oates, de “Slow It Down” — sim, o Hall & Oates – não cante em sua contribuição “Voicenotes”, você certamente pode ouvir sua influência na batida dos anos 80 da música. Charlie Puth encerra o álbum com uma serenata dirigida por um piano intitulada “Through It All”, uma saída da produção mais pesada, que provavelmente dará às letras comoventes da faixa os holofotes. “Growing up in this wild city you had to fight or runNow you know why I’m not afraidMaybe it’s my recklessness that got me in troubleBut at least I did it all my way”, ele canta na canção segundo verso, uma declaração convincente de auto-realização e satisfação que ajuda a trazer uma sensação de encerramento ao sentimento destemido do álbum.

A maneira como Charlie conseguiu juntar um álbum de 13 músicas que mostra crescimento, adaptabilidade e talento (vocal e de produção) faz parecer que ele está nisso a longo prazo. Mesmo que Charlie esteja nervoso com a forma como o sucessor do “Nine Track Mind”, será percebido, ele coloca seu melhor pé em frente, com um volume inteiro de canções cativantes e sinceras — transformando o potencial do segundo ano em um triunfo do segundo ano.

Matéria: Billboard
Por: Taylor Weatherby
Tradução: Laura Radespiel – Equipe CPBR